São Marcos – Flores da Cunha

Hoje o dia prometia. Prometia uma ventania, novamente.

Eu e o Marcos saímos às 7:30 com destino a Criúva. Seguimos pela Rota do Sol, com um vento contra de matar.

Antes disso, um piá abobado passou pela gente na subida do Imigrante, numa Kona prata (ainda vou descobrir quem é). Além de não cumprimentar, deu um sprint pra dar uma de fodão. E retardado, se agarrou na traseira de um caminhão. Estamos bem arranjados, esse é o estilo dos “novos” ciclistas.

Chegando em Vila Seca (com esforço, as pernas ainda doíam de quinta-feira), uma cena inusitada: um sujeito num Uno vermelho puxando um cavalo pela rédea. Ele vinha pelo acostamento, bem devagar… coisa de circo!

Entramos na estrada que leva a Criúva, também conhecida como “Rodovia dos Gringos Retardados e suas Pick-ups Turbinadas a 80Km/h”. Além dos caras andarem com carros grandes, ainda aceleram. Deve ser para compensar alguma coisa pequena que eles tem no corpo, só pode.

É impressionante! TODOS passam em alta velocidade, jogando cascalho e poeira. Não fazem a mínima questão de reduzir um pouco.

Chegamos numa encruzilhada: reto vai para o Dallagno. À esquerda, São Marcos.

Fizemos uma mudança de planos, resolvemos ir a São Marcos e de lá decidir o resto do caminho.

Nessa estrada o vento deu um pouco de trégua, conseguimos andar um pouco melhor. A estrada Rio Branco passou por melhorias de alargamento, ficou legal. Andando 7 Km, dobramos à esquerda, a estrada fica mais estreita. São mais uns 15Km até o asfalto que liga São Marcos a Criúva.

Chegando em São Marcos paramos num posto para tomar uma Coca e comer o sanduíche. Decidimos seguir em direção a Antônio Prado, por estrada de chão. São 13Km morro abaixo, descida leve, com um visual muito legal (a maioria das fotos são dessa descida).

Chegando na ponte de ferro do rio São Marcos, presenciamos algo inédito: um batismo, ou seja lá como se chama de uma dessas seitas. Acho que candomblé…. não sei… um sujeito colocava outros dentro do rio e mergulhava a cabeça dele, falava algumas coisas enquanto outros tocavam uns tambores e ficavam cantando. Nem olhamos muito, nem tiramos fotos, vai que eles não gostam.

Bom, saindo da ponte (primeiro nos pelamos, ficamos com o mínimo necessário) chegamos na RS122 e início da subida de 8Km. O termômetro do Marcos marcava 390C.

Subimos num ritmo bom, nem forte, nem fraco, mantendo uma velocidade em torno de 11Km/h e meus batimentos em 175bpm. Não era fraco.

Fizemos uma parada estratégia no plano do km5 para tomar um pouco de água e esfriar a cabeça e depois concluímos os últimos 2km.

Paramos no posto de pedágio da Convias. Era a hora da vingança. E quem sofreu foi o vaso sanitário do banheiro masculino. Obriguei-me a passar um fax para Boston 8)

Depois entramos na sala VIP. Ar condicionado, água gelada, balinhas… enchemos as caramanholas e os bolsos e saímos para o trecho final.

Entrando em Flores da Cunha, pela primeira vez andei numa ciclovia. Toda pintadinha de vermelho, com uma extensão de uns 2km. Muito legal, acho que é a única da serra.

De Flores a Caxias, resolvemos vir pelo asfalto: mais fácil e mais rápido. Em compensação somos obrigados a tolerar uns retardados mentais. Levei um fininho de uma MOTO, fui parar no acostamento. Novamente: os caras aceleram pra compensar alguma coisa que eles não tem, ou tem muito pequeno, só pode.

Cheguei em casa às 14:30 com 102Km pedalados em 5h19min de pedal, média de 19,1Km/h. No total foram 6h30min de exercício com média de 143bpm o que corresponde a aproximadamente 55.770 batidas do coração e a 5200 calorias.

São Marcos

2 respostas para São Marcos – Flores da Cunha

  1. senhorprona disse:

    HUAHUAHUAHUAHUAHAUHAUHUAHUAHAUAHUAHAUAH Quem eu vejo aqui!!!!!!!!!

    Fala seus cabeça!!!!!

    Bom saber que as aventuras ciclisticas não foram esquecidas. Eu pra variar to ainda com o joelho bichado, mas agora saiu o diagnóstico oficial: a tar “condromalacia”. To ainda nos exercícios e fisioterapia o maior problema é um remédio que é caro pra caramba e ainda “aumenta o transito intestinal” se q vc me entende… hehehehe Mas vamo lá, última tentativa, se não der eu opero!

    Abraço pra vcs e me esperem, janeiro volto a pedalar e março volto pra Cassía.

  2. Zaka disse:

    Beleuza Senhor Prona!!

    Espero que melhore, temos umas indiadas boas programadas por aí!!!

    Abraço

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: