Os babacas do tapete

Ontem fui dar o segundo giro da semana. Tenho saído com mais frequência, tentando retomar um bom ritmo, já que fiquei 15 dias de férias e só pratiquei halterocopismo e levantamento de garfo nesses dias.

Fiz uma primeira metade do treino bem forte, até escutar um barulho meio estranho na corrente, quando constatei que um elo estava abrindo. Fiz um rápido conserto, meia-boca e vim bem devagar pra casa.

Na rótula da Bosteiro, cruzei com o Jorge. Logo a seguir, andando na Perimetral (sei lá qual delas, ali na frente do Gianella), escutei o ronco forte de um motor.

Olhei pra trás e vi um Uno amarelo, com um imbecil com meio corpo pra fora e um tapete ou coisa parecida na mão. Claro que ele queria me acertar.

Saí rapidamente para a calçada, bem a tempo de levantar o dedo do meio pro cara.

É realmente um esporte radical. Algumas vezes é um imbecil de um motorista de ônibus, outras vezes esses abobados…. mas não podemo se entregá pros home, amigos e companheiros.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: