O retorno da carneação

Resumo dos pedais dos últimos dias (anda meio fraco, o tempo não colabora, tenho trabalhado nos finais de semana).

1) Pedal de estréia da bike nova (quadro novo) até Santa Justina – PNGS

Depois de 3 semanas parado, achei que faria um pedal leve. Só achei. Na ida, a turma normalmente vai leve depois da ponte. Mesmo indo leve, a tendência da speed é andar na frente. Dei uma forçadinha lá pelo Ranzolin e cansei. Dois outros me alcançaram. Na subida (tenho que batizar esse morro), sobramos dois, eu e o Márcio da Caloi. Depois da curva forte, eu abri dele e cheguei na frente lá em cima. Depois fomos conversando.
No retorno, a turma vinha leve, até a entrada do Vale da Colônia, aí começaram a puxar e eu fui junto.
Na subida da Saúde, ficamos eu e o Márcio novamente. Ele até que tentou dar umas escapadinhas, mas também estava no limite. No final acabei dando um sprint e cheguei uns 20 metros na frente dele, mortinho.

2) Outro pedal noturno a Santa Justina – PNGS

De novo. A mesma turma, dessa vez com a presença do Festuga. Repetição da semana anterior. Forcei o ritmo no Ranzolin e abri, esperei o Festuga no Vale da Colônia e subimos junto o morro sem nome. No finalzinho apertei e cheguei um pentelhésimo na frente dele. Conversa até o final.
No retorno o ritmo foi forte desde o início. Abri da galera já na primeira subida e mantive a frente até o Ranzolin, quando reduzi (estava babando). Aí o Festuga e o Boff me alcançaram. Fomos juntos até a subida. O Boff cansou e subi com o Festuga. Ele abriu uns 100 metros, mas alcancei ele na entrada da trilha que tem ali. Fomos juntos até quase o final, aí ele sprintou e eu acompanhei um pouco, mas não consegui passar, chegamos praticamente juntos.

3) Pedal solito até Mato Perso

Sem comentários. Normal, só girando, um frio do capeta.

4) Ana Rech e Parada Cristal

Esse foi na terça. Eu e o Marcos. Fomos só girando, furei meu segundo pneu da speed bem na frente da Agrale (uma porcaria duma rebarda de torno). Descemos até a Parada Cristal. Na descida/plano realmente uma MTB não consegue acompanhar, desci a 50-60Km/h sem forçar (não tava fazendo lá muita força) e o Marcos ficou pra trás. Subimos junto da Parada até a Tomé. Na última subida o Marcos que estava há 3 semanas sem pedalar (andou jogando futebol com uma porta e não deu muito certo pro dedão dele), cansou e ficou um pouco. Mas ele recupera rápido.

5) Santa Justina – PNGS

Dessa vez o ritmo já estava mais forte na descida. Fui meio kamikaze e mesmo com o farol ruim, desci na frente. Depois da ponte o ritmo já apertou (menos pra elite que foi no tranquito). No Ranzolin só estávamos eu e o Festuga (não sei porquê ele não vai com a speed!). Na subida, chegamos juntos.
No retorno lá no Vale da Colônia o bicho pegou. Eu forcei o ritmo e só dois acompanharam. Lá na casa do pastor alemão eu estava sozinho. Fiz o trecho do túnel verde mais rápido que o normal, sempre sozinho. Na subida da Saúde quando cheguei na primeira curva vi o farol que passava da ponte (isso dá uns 300 metros).
Aí dei uma de sacana: apaguei a sinaleira. Hehehe, assim o cara que vinha perdeu toda a noção da distância. Subi forçando, trocando marchas, pedalando de pé.
Cheguei na pizzaria e esperei 4 minutos pelo primeiro (Festuga) e mais um tempo parecido pro resto da galera.

É um pedal bom esse das quartas (PNGS): tem a turma que puxa, tem a turma que vai “normal” e tem a elite que vai conversando, rindo, na boa. A estrada é ótima, movimento nulo, asfalto (de noite não sou lá muito fã de andar no cascalho), tem companhia e o dia é certo. Basta chegar no horário de sempre nos dias marcados.

O FRIO NÃO É EMPECILHO, SÓ A CHUVA!

* PNGS = Pedal Notúrnico Giratório Semanal

Uma resposta para O retorno da carneação

  1. guazzelli disse:

    “desci a 50-60km”
    -Pois é com o corao 42/32/22, não é facil acompanhar depois dos 55km/h.
    Desse jeito, vou ter que meter um 48 pra não fazer feio rsrsrss.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: